CTG Epopéia Farroupilha - Humaitá/RS

Fundação: 05/09/1985

Endereço: Avenida João Pessoa

 

Patroa: Heloisa Schuster – (55) 99672-5832

Capataz Geral: Aline Reinher – (55) 99650-7182

1º Sota Capataz: Ricardo Schuster – (55) 99959-6598

 

O Tradicionalismo surge na cidade de Humaitá quando um grupo de amigos decidiu engrandecer ainda mais as culturas do Rio Grande do Sul. A iniciativa surgiu durante uma semana farroupilha daquela época, onde o grupo convidou pessoas que tinham gosto pelo tradicionalismo para participarem deste.

O grupo foi se difundindo e aumentando cada vez mais seu número de integrantes no ano de 1982, após diversas reuniões, este mesmo grupo teve seu nome escolhido como Grupo da Cultura Nativa, o qual realizou inúmeras atividades no decorrer deste ano.

Como este ainda não tinha sede própria, a secretaria de educação da época, a Sra. Iara Schmidt, deu impulso a ideia de criar uma sede própria. A partir daí, o grupo da Cultura Nativa foi aumentando e surgiram assim vários adeptos a cultura gaúcha.

O projeto da criação de uma sede, foi apresentado à Câmara de Vereadores, sendo aprovado.

Na data de 05 de setembro de 1985, com uma solenidade realizada no salão Paroquial Católico da cidade, com autoridades e simpatizantes do tradicionalismo gaúcho, inclusive pelo Coordenador da 20ª região Tradicionalista da época, o Sr. Nicolau Pinheiro da Rocha, que explanou e debateu assuntos referentes ao tradicionalismo, entidades tradicionalistas e MTG, bem como de toda a documentação necessária para a criação de um Centro de Tradições Gaúchas.

A pauta foi colocada em votação, e neste ato, criou-se o centro de Tradições Gaúchas na cidade de Humaitá. Após este fato, deu-se início um concurso para a escolha do nome da entidade, a qual foi escolhido pela prenda Vanusa Adriana Derosso, ficando ela a madrinha da entidade.

Escolhido o nome, realizou-se então a escolha da primeira patronagem, sendo o primeiro patrão da entidade, o Sr. Valdino Marques Cavalheiro.